INSTITUCIONAL INSTITUCIONAL TRANSPORTE ENERGIA TERMINAIS SERVIÇOS
Imprimir

Propostas licitação Rodoviária

Propostas Técnicas da licitação da Rodoviária foram abertas

Suspenso em 12 de maio por uma liminar concedida pela Justiça à Sinart, o processo licitatório para exploração e administração do Terminal Rodoviário de Salvador foi retomado na tarde desta quinta-feira (25), com a abertura, no auditório da Agerba, dos envelopes das Propostas Técnicas das quatro empresas que disputam a concorrência - Sinart, Maia e Borba, Consórcio Adter-LJA e Socicam.

O Consórcio Coterba, formado pelas empresas Atlântica, Rivera e Jotage Engenharia, que havia sido desabilitado anteriormente pela Comissão de Licitação, conseguiu na 7ª Vara da Fazenda Pública uma liminar que lhe garantiu o direito de continuar participando do pleito.

Os trabalhos foram iniciados às 14h30m pelo presidente da Comissão, José Ferreira Vieira, na presença da procuradora do Estado, Maria Vitória Tourinho Dantas. Nas Propostas Técnicas as empresas apresentaram os planos de operação, administração, segurança e de exploração comercial do terminal.

A partir da divulgação do resultado do exame das Propostas Técnicas, que deve acontecer na próxima semana, a Comissão de Licitação dará aos licitantes um prazo de cinco dias úteis, conforme exigência legal, para apresentarem recursos. Depois disso será concedido mais cinco dias para que os licitantes tomem conhecimento do conteúdo administrativo dos recursos para, se for o caso, apresentarem defesa.

Depois o resultado das Propostas Técnicas, a próxima etapa do processo licitatório será a abertura da proposta comercial, que estipula o valor que cada licitante vai oferecer ao Estado para explorar e administrar a Rodoviária de Salvador, que está entre as mais rentáveis do país.

Se tudo correr bem, se não houver recursos, dentro de 30 dias, aproximadamente, será conhecida a empresa vencedora", informou o presidente da Comissão de Licitação, José Ferreira Vieira.

Estão concorrendo à exploração e administração da Rodoviárias as empresas Sinart, Maia e Borba, Consórcio Adter-LJA e Socicam, além do Consórcio Coterba, esta através de recurso judicial, cujo mérito ainda vai ser julgado pelo Tribunal de Justiça.

Quem vencer a licitação da Estação Rodoviária vai explorar o terminal durante 10 anos, prazo que pode ser prorrogado por mais cinco anos. A Rodoviária de Salvador foi inaugurada em setembro de 1974 e desde então é explorada pela Sinart.

O terminal movimenta anualmente cerca de 3,5 milhões de passageiros. Ele ocupa uma área total de 150 mil m² e tem uma infra-estrutura composta por um hotel, posto de gasolina, supermercado, galpões para cargas e encomendas, lojas comerciais, caixas eletrônicos, lanchonetes e restaurantes.

25/5 - 8:46 | Fonte: Agerba/Ascom